Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Yann Moix et moi

por Sarin, em 08.01.19

818113A1-6B2E-4FF2-9B53-F967BA67D42E.jpeg

 

Mon chér Yann Moix, não te conheço, não conheço a tua escrita e dos teus feitos sei apenas o que disseste na entrevista à francesíssima Marie Claire, aquela onde afirmaste seres incapaz de amar uma mulher de 50 anos.

Peço-te que te apresses a encontrar-me, aproximo-me dessa vil idade a partir da qual ficarei, como dizes, invisível para um homem da tua sensibilidade.

 

Sim, um homem que ama a beleza é um homem de alma sensível, apesar do que possam dizer de ti essas por ti mal-amadas cinquentonas...

Dizes estar a beleza no corpo das mulheres de 25 anos e, mesmo sendo a beleza subjectiva, duvido que alguém te desdiga: os corpos de jovens adultos são geralmente firmes, lisos, brilhantes, cheios de vitalidade e modelados, sim, mas ainda não pela força da gravidade da gravidez da vida. São belos, são belos, sim!

Claro que fico triste, os meus 25 já passaram os 45 e os para ti tão ignominiosos 50 aproximam-se lestos do meu corpo... por isso, Yann, apressa-te ao meu encontro! Sonho tocar uma alma sensível que ama o Belo como tu amas, mesmo que não me ames assim tanto - ou mesmo nada, que seja! Imagina, Yann de moi, como seria estares comigo antes de eu te ser invisível e tu amadureceres nesse teu corpinho de cinquentão.

 

É verdade, mon Moix, és cinquentão e sofres de um qualquer mal de coeur que te impele à busca de amor físico - e eu aqui tão disponível para adoptar um cão perdido. Porque, basicamente, o que aparentas querer é roer um ossito e babares-te enquanto te afagam o pêlo.

 

[há dias de muita inspiração. outros que não. nada como espreitar também os postais anteriores]

Autoria e outros dados (tags, etc)

lançado às 18:55

Obrigada por estar aqui.



62 comentários

Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 08.01.2019 às 19:54

Já vi a entrevista. Tem um problema qualquer de identidade, precisa de um profissional do foro psíquico. Não vai longe, este tipo, com uma menina de 25!!!!
Imagem de perfil

De Sarin a 08.01.2019 às 20:22

Terei pena do senhor, se chegado aos 60 e conseguindo amar mulheres de 50 descobrir que apenas as de 15 o aturarão - e isto por não terem carta de condução...



Não estranho que prefira jovens mulheres, há por aí muitos Peter Pan de gelhas; mas estranho que assim defina amor, confundindo-o com paixão, com luxúria, com lascívia...  enfim, nem lascívia nem mai'nada! 
Sem imagem de perfil

De Não Identificado a 08.01.2019 às 20:01

É curioso. Mesmo quando tiver mais de 50, não o quero, mesmo se o homem continuar a ter 25.
Imagem de perfil

De Sarin a 08.01.2019 às 20:36

"Continuar"? Presumo, caro não identificado, que a utilização de tal verbo referindo-se a uma criatura em lenta maturação seja gafe :)
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.01.2019 às 09:52

Oui, c'est moi.
Não sei o que se passou. Provavelmente esqueci-me de entrar nas entranhas do meu blog e tornei-me desconhecida. 
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.01.2019 às 09:53

E o verbo é uma escolha propositada.
;)
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 10:25

Calculei... mas o que pretendia esclarecer é que, para haver continuidade, terá de haver início. :)
Sem imagem de perfil

De Não Identificado a 09.01.2019 às 10:25

Será que quis dizer criatura em lenta masturbação?
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 10:35

Disse-o, na verdade, mas numa resposta ao P.P. :)


Já lenta, duvido: os jovens com tal idade mental são muito ansiosos.
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.01.2019 às 16:00

Desta vez, não fui eu o "não identificado". 


Sou uma menina que não refere coisas que fazem cegar e crescer pêlos nas mãos. 
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 16:18

Calculei, cara Gaffe; não a suporia capaz de escrever tal sem que se lhe corassem os dedos - e não de ruivo!
Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 08.01.2019 às 22:17

Acreditas que estive quase a escrever sobre isto? Apesar de tudo, isto sim, é um exemplo da tal liberdade de expressão! Eu também não gosto nada da cara dele 
Imagem de perfil

De Sarin a 08.01.2019 às 23:12

Acreditas que escolhi esta foto por ser a que mais evidenciava o seu olhar de buldogue


E claro que acredito, há tanto por onde pegar em apenas duas frases... 
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 15:14

Mas esclareço que não foi a cara nem a expressão facial que me motivou o último parágrafo :)
A atitude dele ao confundir amar a pessoa com sentir atracção pelo corpo da pessoa é que me fez recordar os cães, cuja felicidade é puramente sensual - comida, festinhas e uns passeios onde possam esticar as pernas, exibir o pêlo e farejar outros cães :)
Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 09.01.2019 às 15:45

Pois...há cães assim...
Sem imagem de perfil

De P. P. a 08.01.2019 às 23:31


Ainda se fosse um jovem a dizê-lo...
Agora, já homem feito?! Só pode querer protagonismo. Já terá avaliado o corpo dele?
Ah, descobri!!!
Na casa dos 50 prefere homens ;)
Imagem de perfil

De Sarin a 08.01.2019 às 23:42

Não me parece, P.P., acredito-o ainda folheando Playboy e Penthouse ocultadas nos livros de Meio Físico e Social...
Sem imagem de perfil

De P. P. a 09.01.2019 às 00:16

Não digo nada!
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 00:21

Nem eu, mas era capaz de apostar que foi mais falado na sequência desta entrevista do que pelos vários prémios literários  
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 09.01.2019 às 09:10

Belo postal
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 09:29

Obrigada, Pedro.


Diz-me, como é possível um gajo falar como este e esperar ser levado a sério?
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 09.01.2019 às 19:14

É só para nele repararem. Porventura se o "chavão" não resultar fará alguma ordinarice às portas do Louvre
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 20:05

Talvez... mas haveria melhores chavões, caramba, o homem é escritor, segundo premeiam, logo não será um escrevedor de recursos linguísticos limitados... 
Perfil Facebook

De Susana Santos a 09.01.2019 às 10:26

A chamada "diarreia cerebral"!!
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 10:50

Para poder responder tenho que perceber se se refere ao postal ou, antes, ao visado.
Sem imagem de perfil

De Não Identificado a 09.01.2019 às 10:27

Cá para mim, este gajo, com tantos complexos de gosto, deve é fartar-se de "escrever" à mão, isto é, não passa dum punheteiro.
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 10:53

Duvido que conheça tão típico prato nacional como as punhetas de bacalhau, o que apenas aumenta a lista das coisas que este senhor tem ao seu alcance e que perde por desconhecimento...
Sem imagem de perfil

De Não Identificado a 09.01.2019 às 14:34

Há quem diga que punhetas são broches feitos à mão. Esta joalharia francesa está pelas horas da morte. Por isso o dito Moix deve passar o tempo em trabalhos domésticos, passando os corredores a pano, o que em francês s'apelle de MINNETE À LA FANTASTIQUE.
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 16:26

Por muito fantástico que seja nessas e até noutras lides, dificilmente será qualidade bastante para uma mulher o aturar, a menos que colmate carências intelectuais e emocionais com outros. Como sabemos da biologia, sexo todos os animais praticam, sozinhos ou acompanhados; comunicar para lá do corpo é que não estará ao alcance de todos.
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.01.2019 às 16:35

Os meus comentário surgem tão estranhos!
Vou tratar-me. Há momentos em que não sei como continuo a ser humana. 
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 16:42

Por favor, nada de alterações, mexendo estraga :D:D:D
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 09.01.2019 às 19:15

Gaffe, adoro numa mulher um requintado gosto ordinário. 
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 09.01.2019 às 20:17

Esqueci-me do 
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.01.2019 às 16:33

Suspeito que não se trata disso. Acredito mais que tenha levado um estalo da Bellucci.




Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 16:40

Ou isso :D :D
Sem imagem de perfil

De Não Identificado a 09.01.2019 às 10:43

E qual é o problema dele manifestar a sua opinião ?


Numa sociedade em que a beleza é quase tudo, para homens e MULHERES também, não vejo qual a irritação, a não ser que as ditas senhoras tenham ficado "triggered" com tais afirmações.


Mais uma vez, se uma mulher dissesse algo semelhante, do tipo "para mim, homens com menos de 1,60 m são invisíveis", será que haveria tal alarido ? Presumo que a media feminista não diria nada...
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 11:20

Problema algum, até porque Yann Moix deu a opinião dando também o nome.


Que goste e compactue com essa tal sociedade onde o (ou a) comentador não identificado diz ser a beleza quase tudo, não vejo qualquer problema - mas acho piada que me venha pedir meças por eu, autora do blogue e ao abrigo da mesmíssima liberdade, achar pobre tal apreciação.



Quanto aos homens de 1,60m, sempre lhe digo que, apreciando homens altos e classicamente proporcionados (excepto na clássica visão peniana, pronto!) sei distinguir muito bem o que é apreciar com a vista do que é amar a pessoa. Lamento Yann tanto como lamento o comentador não identificado por não perceberem a diferença.
Sem imagem de perfil

De Não Identificado a 09.01.2019 às 11:31

Sim, há amar e apreciar a beleza alheia...


Quanto à beleza, os critérios são universais e quase exclusivamente biológicos. Em termos físicos, os homens apenas gostam de beleza e de juventude na mulher (outros atributos tais como habilitações literárias e recursos são, para a maioria dos homens, muito pouco importantes). As mulheres já valorizam vários aspectos: físicos (em que a altura ocupa uma percentagem elevadíssima) e status, poder e recursos (elas adoram !)


Acho importante é que as pessoas percebam que as nossas motivações inconscientes ao nível da atração são motivadas por leis biológicas a que homens e mulheres não conseguem escapar (falo da maioria, claro). Portanto, homens sempre irão apreciar MUITO mais mulheres jovens (tem a ver com a fertilidade) do que mulheres que já passaram dos 30/40 anos. É um facto.


Relativamente à questão do amor, e partindo do princípio que 99% da população mundial tem um baixo nível de espiritualidade, presumo que esse "amor" não seja assim tão puro, mas antes oportunista. Do tipo, eu valho 5 numa escala de 1 a 10, e ele vale 6, portanto, será benéfico para mim, ter uma relação com esse homem. Basicamente, o amor não será verdadeiro e altruista, mas antes o resultado de um algoritmo que obedece a critérios biológicos visando optimizar aquilo que a mulher poderá obter desse homem.
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 12:06

Os critérios de avaliação da beleza são anatómicos, sim, mas não passam exclusivamente por juventude ou beleza, até porque a subjectividade desta provoca latas oscilações na sua definição entre indivíduos, com o tempo e em diferentes sociedades. Em homens e em mulheres.


Já os determinantes na escolha de parceiros... também variaram ao longo do tempo e das sociedades, sendo a beleza um dos menores face a valores como segurança, património, dever - nada de ilusões, os nobres casavam com as nobres ou com as ricas e amancebavam-se com as belas, com as astutas, ou com as poderosas. Já a plebe, idem. Ainda hoje, e nada tem a ver com o sexo  ou com a sexualidade.


Sobre algoritmos, existem sim e logo genéticos. Só muito depois sociais, conscientes. E resultam da educação - durante séculos as mulheres apenas tiveram poder se envolvidas com poderosos.


Deixe lá esses preconceitos de género de lado, os homens e as mulheres buscam o que os faz feliz - sexo, dinheiro, beleza, carinho, ... uns mais e outros menos, independentemente de idades ou géneros ou opções sexuais.


E é absolutamente falso dizer que a população mundial tem um baixo nível de espiritualidade - caramba, o que são as religiões e as correntes filosóficas?
Sem imagem de perfil

De Não Identificado a 09.01.2019 às 11:34

Já agora, agradeco a publicação do meu comentário até porque acho interessante que haja um debate plural.


E não estou a insurgir-me contra ti ou alguém, apenas a comentar :)
Imagem de perfil

De Sarin a 09.01.2019 às 12:16

Publico todos os comentários não difamatórios - e destes até talvez publique, verei quando cá chegarem :)
Porque gosto do debate, e desde que haja respeito é sempre bem-vindo quem vem debater.
Não falei em insurgência, apenas em apontar de dedos. Repare que começou "E qual o problema de..?" Poderá não o ter percebido, mas uma abordagem assertiva entre desconhecidos não começa com uma contestação assim desafiante, ainda para mais quando em momento algum foi contestado o direito do visado. Um pormenor que pode bloquear ou dificultar a comunicação; não foi o caso, o meu humor está hoje bom :)

[a palavra a quem a quer]


Pág. 1/2




logo.jpg





Localizar no burgo

  Pesquisar no Blog



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Cave do Tombo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D