Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sarin - nem lixívia nem limonada

Um blogue irregular onde ideias e desabafos podem nascer e morrer. Ou apenas ganhar bolor. Não faltava onde escrever e opinar. Mas faltava o blogue. Pronto, agora já não.

Sarin - nem lixívia nem limonada

Um blogue irregular onde ideias e desabafos podem nascer e morrer. Ou apenas ganhar bolor. Não faltava onde escrever e opinar. Mas faltava o blogue. Pronto, agora já não.

Se um agressor sexual faz uma vítima, o seu julgamento em praça pública faz muitas mais

dedo-apontado-615x315.gif

Uma vítima de agressão sexual não tem um padrão de comportamento.

 

Mas a sociedade, infelizmente, tem: são o preconceito, são as humilhações em esquadras, são as humilhações em hospitais, são as humilhações até em tribunal. Fora a devassa da vida privada levada a cabo nas redes sociais - da vizinhança ou da internet.

 

 

Cada vítima reagirá de acordo com a força e com o apoio que tenha para lidar com medos, inseguranças, humilhações, dores, e tantos outros sentimentos e consequências... Muitas poderão até desistir de acusações ou aceitar acordos por não terem força para aguentar tal exposição.

 

Curiosamente, é exactamente esta devassa, esta exposição - uma segunda violação da vítima - que permite aos oportunistas criar vítimas de falsas acusações.

 

 

(fonte da imagem aqui. de um postal que nada tem a ver com este mas que vale a pena ler)

Obrigada por estar aqui.

8 comentários

[A palavra a quem a quer]