Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"Não pares, não pares"

por Sarin, em 26.06.19

220px-Yo-yo_player_Antikensammlung_Berlin_F2549.jpg

 

"O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, sublinhou hoje que o combate à corrupção “é uma grande prioridade” desde o início do seu mandato, e vincou que o país “não pode parar” com as investigações."  leio no Sapo 24.

Isto quer dizer exactamente o quê? Que Marcelo está pessoalmente empenhado comprometido dedicado ao combate à corrupção? 

E pergunto-me: acaso as investigações parariam se Marcelo pedisse com jeitinho? Ou será por Marcelo pedir para não pararem que Lucília Gago irá diligentemente prosseguir o seu trabalho?

 

Que tem feito Marcelo, afinal e concretamente? Penso que o nosso Presidente se poderia, nos poderia poupar a estes desconchavos acarinhadores. Melhor lhe ficaria se a nós se dirigisse e explicasse o incumprimento das resoluções do Grupo de Estados Contra a Corrupção (GRECO) do Conselho da Europa, supra União Europeia, portanto. Nos dissesse quão longe estamos dessa implementação, nos falasse dos relatórios de avaliação e os traduzisse na sua linguagem de quem conversa em família, que manifestasse a sua preocupação por tanto haver ainda a fazer - devo relembrar o senhor Presidente da República, tão preocupado com as eventuais? supostas? alegadas? paragens das investigações, que uma simples Comissão Eventual para o Reforço da Transparência, eventual como era demorou mais de dois ciclos legislativos para parir um documento que mereceu sérios reparos de quem o teve que validar?

Acredito que seria menos verbo de encher se pedisse, exortasse o Parlamento e o Governo a desenvolverem, a verterem claramente no nosso ordenamento legal todas as recomendações que estão por implementar. Pelo menos ficaríamos a par dos incumprimentos de resoluções concretas. Seria agradável, por uma vez que fosse, que a nós se dirigisse directamente e explicasse que o país não cumpre resoluções tomadas no âmbito de convenções pan-europeias e que por isso exigisse explicações a quem de direito.

Agora, pedir que as investigações não parem? A sério, isso é o quê?!

 

 

imagem : Rapaz a jogar ioió (medalhão de cílix ático , 440 A.C.). de domínio público

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obrigada por estar aqui.



29 comentários

Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 26.06.2019 às 13:22

Ando há imenso tempo para escrever sobre os intentos de Marcelo. Alimentei ilusões de que os afectos acabariam por se transformar - por artes de decências urgentes - em outras coisas mais que tais. O Presidente manda pouco ou nada, bem sei, mas, findos os beijos e as selfies, na verdade, resta menos ainda. Não basta, realmente, querer e bradar que "todas as responsabilidades sejam apuradas", ou que não parem os inquéritos, ou as investigações. Para que servem, afinal, os cargos que não servem para nada? 
Imagem de perfil

De Sarin a 26.06.2019 às 14:39

Fiquei estupefacta com a notícia, cansada que ando das inconsequências de Marcelo.
Caramba, sabemos que o PR tem poderes limitados - mas com o seu dom da palavra poderia ter um discurso assertivo, esclarecedor e questionador sem que fosse ingerência - pedir explicações a outros órgãos governativos nunca o será, aliás!
Este tipo de afirmações raiam o insulto - para quem investiga, pois permite uma interpretação de investigação a rogo, e para quem ouve, que se questiona como materializará o PR tal empenho, talvez rezando?


Não, estes cargos que até poderiam servir para alguma coisa mas não servem para nada são uma afronta à democracia.
Imagem de perfil

De Sarin a 27.06.2019 às 23:46

Raia, raios!
Imagem de perfil

De /i. a 26.06.2019 às 15:39

Não votei em Marcelo. Não gosto dele: ele é falso que dói. Lool Todos temos passado, só que há passados e passados. Quem participou nos corredores do estado novo devia ter um pouco de sensatez. Até há quem diga que escravia os textos para o padrinho entreter os pacovios, vulgo portugueses, nas suas cenas tristes conversa em família. 
As atitudes, os comportamentos dele não me surpreendem. E não me iludem. É um presidente populista que envolve habilmente as circunstâncias políticas a seu favor e anestesia os portugueses e muitas vezes aproveitou-se das fragilidades das pessoas com o narcisismo típico dele de aparecer à frente da câmara da TV. E isso não interessa a um país cheio de problemas. 
Imagem de perfil

De Sarin a 26.06.2019 às 17:42

Um discurso paternalista, atento ao que se diz, mesmo adequado à foto...


... mas não. Muito inadequado à foto.


A certeza de não ter votado nele não me faz sentir melhor quando lhe vejo estas cenas.
Imagem de perfil

De /i. a 26.06.2019 às 18:03



A certeza de não ter votado nele não me faz sentir melhor quando lhe vejo estas cenas.


Também não. Só que todos os actos têm consequências. E ela aí está...




Imagem de perfil

De Sarin a 26.06.2019 às 18:20

Mas... mas... não poderia ter feito mais do que fiz para as evitar 
Imagem de perfil

De /i. a 26.06.2019 às 20:18

O Marcelo vai recandidatar-se (ele gosta mais deste palco como o urso gosta de mel) e vai ganhar. Por norma todos os presidentes que se recadidatam a segundo mandato, ganham. E mais o tio celito com a popularidade em alta. Vamos ter de o gramar
Imagem de perfil

De MJP a 26.06.2019 às 15:57

Olá, Sarin! :))


Plenamente de acordo contigo!!! (confesso que, a postura deste Sr. Presidente, aparentemente "glicodoce", nunca colheu a minha simpatia... enfim...)
Imagem de perfil

De Sarin a 26.06.2019 às 17:39

É um presidente que, não tendo tido o meu voto, supus pelas primeiras intervenções ser assertivo e sem qualquer constrangimento. Passado o primeiro ano, começou a dar sinais de não ter constrangimentos - nem vontade de interpelação. Ficar bonito na fotografia importa. E exporta!
Imagem de perfil

De MJP a 26.06.2019 às 18:24

"Ficar bonito na fotografia importa. E exporta!"



Lamentavelmente, é isso, mesmo!!!
Imagem de perfil

De P. P. a 26.06.2019 às 16:16

Bem verdade, aquilo que escreves.
Bem verdade!
Imagem de perfil

De Sarin a 26.06.2019 às 17:33

Infelizmente :(
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 26.06.2019 às 18:19

O nosso Presidente é "uma figura decorativa" para dar abracinhos, beijinhos e tirar selfies.
E tem cá um "jogo de cintura" quando toca a estes assuntos!!!!
Ora joga para este lado ... ora joga para o outro!!!
Tens toda a razão Sarin ... gostei do teu postal (como tu o chamas)!
Imagem de perfil

De Sarin a 26.06.2019 às 18:28

É isso tudo, e nada mais do que esse tudo que não chega a ser nada...
Este tipo de recadinhos, inconsequentes, deixa meio mundo feliz, afinal "ah, Marcelo disse que não se podem parar as investigações!" Nos Santos os balões são mais consistentes do que isto...
Imagem de perfil

De HD a 26.06.2019 às 20:39

Eu não quero que parem, mas que demorem o tempo que for preciso para não darem em nada! xD
Imagem de perfil

De Sarin a 26.06.2019 às 20:43

Pois, talvez seja isso :D
Imagem de perfil

De HD a 26.06.2019 às 20:59

Tem sido sempre assim... :-\
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 26.06.2019 às 23:15

Não vou valorizar tanto as promessas e as intervenções de Marcelo Rebelo de Sousa, porque já temos vários casos em que ele só fala na crista da onda porque parece bem e depois nada muda.


 Sobre a corrupção, temos um caso desta semana: um presidente de câmara acusado de corrupção e reincidente continua a exercer o seu cargo público a partir de casa, onde está em prisão domiciliária. Uma vergonha para nós enquanto país. Da oposição, outros presidentes de câmara acusados de crimes idênticos, continuam protegidos pelo seu presidente de partido. Para onde nos viremos, são uns casos piores que outros sem qualquer punição.



Um ex-ministro fala discretamente sobre isso: Alvaro Santos Pereira. Parece que tem muito mais para se queixar, mas vai-se lançando apenas a ponta do iceberg. Deve saber coisas de mais e ter sido vítima da "teia", até pelo contexto da sua saída do governo. Quem não alinha, sai.
Imagem de perfil

De Sarin a 26.06.2019 às 23:57

Não posso deixar de considerar relevantes as palavras de Marcelo, porque foram ditas perante a imprensa internacional à saída das reuniões do mesmo Conselho da Europa junto de quem ratificámos convenções sobre corrupção. Recados, um pai a falar com os filhos... com tanta pressão que poderia e deveria fazer na matéria, é isto que faz.


Temos mais, um presidente de câmara agora eurodeputado que a PJ tentou deter preventivamente por corrupção passiva com indícios de ocorrência entre 2013 e Abril deste ano, e que ficou afinal sujeito a TIR por decisão do irmão da antiga Provedora Geral da República - aquela que certa facção queria mantida no cargo, lembras-te dela?


A "teia", como lhe chamas, confunde-se, emaranha-se - mas vergonha? É coisa que não se usa:
quando uma comissão eventual criada para durar seis meses dura quase 3 anos e não apresenta trabalho aprovado, e perante isto ninguém pede explicações - PR e PAR incluídos e  responsáveis;
quando um ex-presidente de câmara condenado por fraude fiscal e branqueamento de capitais se pode recandidatar a cargos públicos - e ganha por larga maioria;
quando qualquer actor político, seja deputado, conselheiro de estado ou presidente de junta, é formalmente acusado pelo MP e não suspende funções nem lhe é exigido pelos seus representados que o faça nem tampouco existe qualquer mecanismo que o preveja...
apenas os infractores são dignos de repreensão? :/
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 29.06.2019 às 14:23

pior, esse presidente de câmara foi eleito no concelho com maior % de licenciados do país ...
Imagem de perfil

De Sarin a 29.06.2019 às 15:29

O que reforça as ideias de que ter uma licenciatura não equivale a ficar mais inteligente, e que nós, portugueses, gostamos do ditado "rouba, mas faz e, se faz, é deixar roubar".
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 27.06.2019 às 08:25

1 trilião de dólares é o que representam as transações económicas anuais. Imagina a crise mundial que surgiria se acabassem com o crime de estupefacientes ( ou se o legalizassem).


The estimated amount of money laundered globally in one year is 2 - 5% of global GDP, or $800 billion - $2 trillion in current US dollars. 


https://www.unodc.org/unodc/en/money-laundering/globalization.html


Enquanto não proibirem as offshores é tudo uma brincadeira.


https://www.google.com/amp/s/amp.theguardian.com/news/commentisfree/2016/apr/10/money-offshore-corrupt-democracy-political-influence
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 27.06.2019 às 08:27


Adenda:
Corrupcão, crime organizado, etc, é tudo a mesma coisa. Os canais bancários, financeiros são iguais.
Imagem de perfil

De Sarin a 27.06.2019 às 08:54

O crime organizado pode incluir corrupção, mas corrupção não se insere no crime organizado. Pode ocorrer pontualmente.

Por isso mesmo, canais financeiros poderão ser comuns, mas as consequências não são idênticas.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 27.06.2019 às 09:09

As consequências, de uma e outra, para quem assiste, é que aos honrados, que fazem juramentos sobre o altar da dignidade, é-lhes, nesta vida, do efémero, prometida "porrada" e mau viver. O corrupto, ou o traficante, fomentam a crença que o caminho recto é para pacóvio tapado. Sim, não é a mesma coisa, contudo a mensagem social que passa é que em países como o nosso o crime compensa (esconde 5 milhões, se fores presa levas, o quê, 8 anos??, e quando saires tens a vida arranjada)
Imagem de perfil

De Sarin a 27.06.2019 às 09:20

Não, Pedro,referia-me ao nível do dano: as várias actividades criminosas que o crime organizado pode desenvolver afectam indivíduos directamente e afectam a sociedade e o Estado de forma indirecta. A corrupção afecta de forma directa, lesa directamente o Estado não porque lhe subtrai impostos ou obriga a um acréscimo de recursos no seu combate mas porque desvia recursos do próprio Estado e cria, como dizes, um sentimento generalizado de impunidade. O crime organizado impõe medo e respeito, a corrupção destrói o respeito e alimenta o desânimo.
Imagem de perfil

De Vorph Valknut a 27.06.2019 às 09:38

O crime organizado impõe medo e respeito, a corrupção destrói o respeito e alimenta o desânimo.







Com a corrupção não é só o Estado que sai lesado. É também o "empresário" honesto , que por não dever respeitinho ao que manda no pedaço (muitas vezes representante do Estado), fecha portas.


Pelo que vejo, em Portugal, existe uma malha de corrupção ao nivel do Estado que lhe confere o distinto estatuto de crime organizado.


https://www.google.com/amp/s/observador.pt/2018/07/17/constitucional-deixa-prescrever-multas-partidos-livram-se-de-pagar-milhares-de-euros/amp/



Porque será?
https://zap.aeiou.pt/ps-quase-triplicou-lucros-psd-prejuizo-204901

a palavra a quem a quer




logo.jpg





Localizar por cá

  Pesquisar no Blog




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Memórias

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D