Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Música inDelicada: Hoekstra et al

por Sarin, em 31.03.20

Peça, Se me agiganto

Intérprete, Linda Martini e Ana Moura

Letra e música, André Henriques (letra) e Linda Martini (música) (2018)

Motivo da dedicatória: Se for necessário explicar... Talvez seja melhor um desenho

 

Espero que te venha o sono
Que te deites cedo antes de eu chegar
Que isto de ser dois, longe de plural é tão singular

Paredes de empena já não vale a pena resta-nos arder
Que esta chama lenta já virou tormenta ao entardecer

Ninguém me diz o que há depois de nós
E se depois de nós os dois me agiganto

Eu já fui embora já marquei a hora pra não me atrasar
Já comprei bilhete, deixei-te um bilhete
e a descongelar
os restos de ontem dão pró jantar

Ninguém me diz o que há depois de nós
E se depois de nós os dois me agiganto
[Cuidemos de todos cuidando de nós: Etiqueta respiratória. Higiene. Distância física. Calma. Senso. Civismo.]
[há dias de muita inspiração. outros que não. nada como espreitar também os postais anteriores]

Autoria e outros dados (tags, etc)

lançado às 19:25

Onde ideias-desabafos podem nascer e morrer. Ou apenas ganhar bolor.


Obrigada por estar aqui.



11 comentários

Imagem de perfil

De Sarin a 31.03.2020 às 22:03

Demasiado. O problema é que é, também, recorrente em ministros de alguns países, holandeses, finlandeses e alemães na linha da frente. A União está moribunda há anos, caiu agora. Os tratados que surgirem, surgirão dos destroços.
E não adiantam agora as desculpas diplomáticas. Há que combater a Covid, porque é um problema da humanidade - mas a questão vai ficar a pairar e será retomada assim que pudermos sair da soleira.
Imagem de perfil

De O ultimo fecha a porta a 31.03.2020 às 22:05

Mas até que ponto não vale uns passos atrás e quem ficar é pq quer? Poucos mas bons?
Imagem de perfil

De Sarin a 31.03.2020 às 22:16

Eu não nos quero sozinhos!
Mas não nos quero com representantes xenófobos de povos que beneficiaram de ajudas extraordinárias e de vulto quando estiveram de rastos, pela Pneumónica, pelas I e II Guerras, e que agora fala do alto dos euros - depois de promoverem diferenças fiscais dentro da UE mas exigirem harmonização dos vegetais (sim, de todos os vegetais) e exigirem quotas de produção comunitárias para poderem escoar os seus produtos -e nós ficarmos com terrenos ao abandono e perdermos capacidade para nos alimentarmos.

[a palavra a quem a quer]




logo.jpg




e uma viagem diferente



Localizar no burgo

  Pesquisar no Blog



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Cave do Tombo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D