Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Falemos de moda

por Sarin, em 17.09.18

crónica feminina.jpg          crónica feminina 2.jpg

 (fonte das imagens aqui)

 

 

 

Há muito a discutir sobre as relações internacionais.

Há muito a discutir sobre as relações entre Portugal e Angola.

Há, até, muito a discutir sobre discursos e actos dos governantes de cada país.

 

Só não me passaria pela cabeça que Moda fosse um dos temas de discussão...

 

Percebo e compreendo que o Protocolo sirva para evitar alguns melindres por não se saber o que fazer perante culturas e hierarquias distintas. Percebo muito bem e compreendo perfeitamente. E até percebo e compreendo que situações formais peçam roupa formal, para evitar constrangimentos sobre quem veste mais adequadamente ou melhor. [Quando era nova alguns usariam, sobre este constrangimento, a expressão 'Tá bem, abelha... fiquemo-nos pelo zunido]

 

O que não compreendo é que se façam casos em volta de quebras de protocolo relacionados com dar um beijinho em vez de um passou-bem ou usar calças de ganga em vez de fato-e-gravata ou usar vestido às flores em vez do tradicional monocromático.

Não compreendo mas percebo. É Moda atirar ao alvo, o que se atira é menos relevante. Apenas releva para quem se dedica a adejar a rama... desculpem, como substância é pouco, muito pouco! A Rainha Isabel II, que usa o protocolo como outros usam paus de vassoura, deu um belo exemplo de como se pode ignorar o que é irrelevante nas quebras de protocolo - nem a Rainha nem Michelle ficaram constrangidas, segundo é público. O resto é História.

 

Não adianta falarem em quebras de protocolo, em ofensas, em faltas de respeito: não me preocupa o que vestiu António Costa ou Manuel Domingos Augusto ou o que vestirá João Lourenço, como cumprimentaram os outros Michelle Obama ou Kolina Grabar-Kitarovič. Quero é saber se os seus interlocutores se sentiram ofendidos e se foi isso que lhes impediu a discussão dos problemas ou o estabelecimento de pontes e de compromissos. Mas há quem faça questão de se tomar de dores alheias antes mesmo de saber se os supostos doridos se queixarão... 

 

Enfim... mais que trajes, são ultrajes? Certo, discutamos esses ultrajes, dediquemos tempo a discutir tais violações de protocolo e a indignarmo-nos com as vergonhas alheias e próprias de quem nos factos vê importância. Perpetuemos a discussão em torno da Toga e a padronização do comportamento humano no que respeita a vestimenta e cumprimentos.

Afinal, é isto que faz girar o mundo, qual balança comercial, qual cooperação, quais direitos humanos...

 

 

 

... e eu aqui tão sossegada a tentar perceber como correu o ano lectivo e quantos professores estão deslocados e quantas crianças sem aulas ou sem refeições, quando afinal me devia estar a preocupar com o comprimento dos bibes.

Ahhh, as saudades que eu tenho de ler as verdadeiras revistas de protocolos...

 

 

Post Scriptum

Relendo, reforcei a ideia que tinha da escrita inicial: falo demasiadas vezes em "protocolo". Tentei alterar, mas... Incontornável. Até porque "quebras protocolares" só se previstas em protocolo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obrigada por estar aqui.



25 comentários

Imagem de perfil

De HD a 17.09.2018 às 21:14

Isso da politica... é que não passa de moda! xD
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 01:09



Por mim, fazia uns evasé aos políticos, punha-lhes umas cavas-daqui-p'ra-fora e tirava-lhes as rendas dos bolsos, acho que seria uma moda mais suave...
Imagem de perfil

De Corvo a 17.09.2018 às 23:14

Para mim a moda, ou melhor; o conceito de moda é muito simples. Tornar o belo mais desejável
Toda a mulher é por natureza bonita e encantadora. Nascida com esse conhecimento, óbvio se torna que deseja ser sempre uma agradável presença nos círculos que a rodeiam. Daí achar eu que toda a mulher segura de si e do seu valor dita a sua própria moda.
Isto num contexto de existência saudável sem que obrigações, política, protocolo ou situações parecidas tenham nada a ver.
E não é que, pressinto, vamos sair muito contentes da Baviera.
Resto de uma excelente noite

Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 01:30

Concordo com o conceito de moda da mulher segura; sobre tornar o belo mais desejável... ele há modas e modas, caro Corvo, ele há modas e modas - umas, autênticos milagres; outras, verdadeiros beijos de Judas... E, resumindo, moda é, contrariando a estatística, aquilo que os fazedores de opinião quiserem vender.

Espero que se tenha esquecido de um sinal de interrogação no final do penúltimo parágrafo... :)
Já eu estou menos sensível - num grupinho XXL, uma bola igual na baliza dos Bávaros saberá melhor do que uma dúzia de bolinhas de Berlim!
Boa continuação...
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.09.2018 às 09:19

Se Portugal pretende reatar as "boas relações" com Angola, que a mim me dizem, Bola, a escolha da indumentária pareceu-me desajustada. A roupa não serve apenas para tapar o corpo, ela expressa também um significado. Ela deve ser escolhida conforme a ocasião e conforme o anfitrião.

Mas o que mais me irritou, nauseou, foi o sr. Costa designar um assunto de justiça como um "irritante ". Estou cansado de ver Portugal sempre de joelhos perante a ditadura angolana
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 10:09

Alergias, falemos das verdadeiras alergias!
A roupinha serve para o que dela esperarem, e apenas faz urticária a quem procura sarna: fracas relações estas que dependem do traje à saída do avião. Houve por cá quem até fizesse leituras de "colonialismo" e pedisse retaliação a "todos os compromissos oficiais" aquando da visita a Portugal, uma clara manifestação de que qualquer coisa serve para atirar desde que o alvo seja o político do nosso descontentamento.

E o pior é isso: o tempo que se dedicam a discutir lana caprina quando, nesta altura, inundar os jornais com "Como é, Costa, e Luaty?" ou "Sr Primeiro, primeiro os direitos humanos e as dívidas reais, de dinheiro ou de Justiça"... enfim, aquilo que realmente irrita.
Mas não. O Protocolo é que é.

Li, no meio do ruído, uma luz: falha de comunicação entre a nossa embaixada e a comitiva. E isso é que é, a meu ver, importante apurar: como funciona o nosso Estado fora das nossas fronteiras naturais. Uma nova embaixada em Londres à maneira de '39? O que se passa mais que não vemos, não ouvimos, não lemos - e não sabemos?

Uma falha no Protocolo a este nível deveria ser nota de rodapé. Mas isso se fossemos um país a sério com gente a sério.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.09.2018 às 15:21

Passar revista às tropas em calças de ganga?!! - imaginemos, por cá, um Chefe de Estado estrangeiro de calças de ganga e uns sapatos vela e bater a continência à tropa. Ui...se fosse americano, já estou a ver.
Por este andar farei um dia consultas, aos canídeos , com calções de banho (estou a 10 minutos de praia ).

Quanto a Luaty alguém andou em cima do PCP sobre o porquê do boicote ao seu livro? Ou como se alinharam contra o voto de censura a Orban...uns merdas
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 15:38

Do pouco que li realmente sobre a matéria, porque DE FACTO o que se ouviu foi muita opinião mas poucos factos e eu tenho muito mais com que me preocupar - incluindo temas a atirar a Costa! - retive:
* Costa não teria informação sobre a agenda à chegada
* A recepção e a revista foram, segundo li nalgumas notícias, uma surpresa para a comitiva portuguesa

Perante isto, pergunto:
* Seria melhor dizer "aguardem um bocadito enquanto me trajo a rigor" deixando os ilustres à espera?
* Qual demonstra mais desrespeito, chegar atrasado a um compromisso que não se sabia ter ou, chegado, assumir que não se pode voltar atrás e agir naturalmente?


Sobre "o voto sobre Órban", o voto não era sobre Órban mas sobre um relatório sobre Órban e sobre sanções a aplicar. Tenho evitado escrever postais porque corro o risco de dedicar tempo que não tenho ao debate (e sabes como gosto de debater); mas há temas que é impossível não deixar nem que seja um alfinete... :)
https://quintaemenda.blogs.sapo.pt/o-pcp-e-a-geografia-984179


Sobre a censura ao livro de Luaty, estou a guardar postais e perguntas para quando tiver tempo. Esse tema e outros. E tu, perguntaste?

Por enquanto, só me posso dedicar aos temas levezinhos - e já arrisco atrasos ;)
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.09.2018 às 16:23

Sarin , se alguém falhou na embaixada deveria ser sancionado /demitido. Pois é grave um PM fazer figura de urso.
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 16:41

Não sei se falhou, se a omissão foi intencional, se o Costa usou as calças como a Isabel II usou a jóia dada pelos Obama, não sei - porque não se fala dos factos...
Atira-se a matar contra o Costa, porque isso é que importa; e dificultamos negociações delicadas porque damos atenção a minudências que a diplomacia consegue burilar e devolver ao mesmo nível, se for o caso.

Figura de urso? Se fosse pelas calças ou pelos calções que alguns políticos as fazem...
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.09.2018 às 18:13

Atira-se a matar pois o Costa é, na forma, igual ao Passos. Um arrogante e frio calculista. Veja-se agora o relatório de OCDE (por um Departamento integrado por um Secretário de Estado deste governo) sobre os professores em plena negociação da carreira docente. Se isto fosse no tempo de PAF.....É cansativo tanta hipocrisia
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 19:08

Concordo plenamente!!!
E repara que os argumentos usados são geralmente os mesmos... o que cansa mesmo é assistir a este jogo de vólei!
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.09.2018 às 16:25

Vejo o PM angolano dizer que se esqueceu de nomear Portugal na sua tomada de posse. Tretas. Há casamentos que são penosos de ver.
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 16:53

E mantenhamos todas estas guerrinhas diplomáticas na balança... 300M€+90M€ das empresas, cooperação, justiça e direitos humanos na gaveta porque o que importa são discursos e paradas... símbolos são meros símbolos, bezerros de oiro! Desculpa, não faz mesmo parte do meu estilo ofender-me com tais falhas de protocolo. Aliás, acho que desde a Idade Média que nenhum governante declara guerra a outro por falhas no cumprimento do protocolo.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.09.2018 às 18:09

Os Símbolos são poderosos. São eles que dão força às ideias e coragem aos heróis.

"A building is a symbol, as is the act of destroying it. Symbols are given power by people. Alone, a symbol is meaningless, but with enough people, blowing up a building can change the world."

Sarin alguém acredita nos Direitos Humanos e na Justiça num país que estruturalmente é uma oligarquia /ditadura?

Já passou muito tempo para ainda alimentarmos complexos de culpa. Bolas, haja Sentido de Estado.
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 19:05

E o problema, o cerne desta polémica, é exactamente aquilo que as pessoas valorizam, Pedro...
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 17:04

Mas sim, não é fácil para alguns ignorar determinadas alfinetadas. Também depende da dor que causam...
No entanto, é uma questão de princípio: defender o orgulho ou defender os valores. O orgulho não é valor, é?
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.09.2018 às 18:10

O Orgulho é a Dignidade da Honra.
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 18:31

Não o é quando obsta à defesa da própria Honra: os nossos valores.
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 15:47

Mas não esperes que outros façam as perguntas incómodas - não percebeste que há muito quem embarque de ouvido?

Outro tema que tenho em banho-maria (dei-lhe um cheirinho por aqui e nalguns comentários) é o Dr. Frederico Varandas dizer abertamente que tem juízes desembargadores na lista dele e que estes irão defender os interesses do Sporting, e tantos Sportinguistas que encheram a boca com a palavra democracia a propósito da destituição do destituído, não se questionarem sobre esta afirmação.
Ou as penas suspensas a juízes condenados por violência doméstica e as recusas de liberdade condicional a historiadoras condenadas por difamação a juízes.
Ou os excessos "metoosianos"... ou...
Enfim, este mês tem sido pródigo. Lamentavelmente, desconfio que em Outubro não chegarei nada atrasada para escrever sobre tais temas...
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 16:04

Nota importante: quando falo em "embarcar de ouvido" não falo de um muito apreciado bloguista que vocifera com toda a alma - da mesma maneira que vocifera dá o braço a torcer quando se acha em engano, e este é, sozinho, logo meia dúzia de motivos para apreciar o que escreve :)

Refiro-me mesmo ao estilo cartilha...
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.09.2018 às 18:16

Essa investigadora presa por 3anos em virtude de uma suposta difamação a um juiz é uma vergonha. É isso e a pena aplicada a Manuel Godinho.
Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 19:01

E tantas outras, tantas tantas tantas... (vês porque me tenho abstido de lançar postais? Desculpa, posso não responder hoje, mas não ficarás sem respostas minhas :))
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.09.2018 às 19:24

Tudo de bom para ti...olha sou capaz de ir 2 dias para aqui (já falei por telefone com a D. Maria Feliz)….

https://www.youtube.com/watch?v=dKroqHMRlVo

Imagem de perfil

De Sarin a 18.09.2018 às 19:31

Boa estadia :)

E bem podes fazer um diário para lançar em postal ;)

a palavra a quem a quer




logo.jpg



Localizar por cá

  Pesquisar no Blog



Memórias

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.