Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Do ócio e do ódio

por Sarin, em 27.06.19

tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-sereias-e-se-sao-reais-1.jpg

Há 15 milhões de jovens na União Europeia que nem estudam nem trabalham.

Serão...

indigentes ?

jovens com problemas de saúde e sem qualquer tipo de apoio escolar?

jovens fugitivos, crianças raptadas há anos, indivíduos cujo assento de nascimento foi feito mas aos quais se perdeu o rasto?

A notícia não esclarece. É pena, porque números, assim soltos, não dizem nada e permitem muitas interpretações. Decido ir à fonte. Mas a notícia não indica qualquer fonte, apenas se refere a "dados hoje divulgados pelo gabinete de estatísticas da UE"... enfim, mais um deficiente serviço noticioso.

 

Abro a página do Eurostat e tento localizar, entre os emitidos hoje, um relatório subordinado a um ou a qualquer dos temas juventude, emprego, escolaridade. Nada. Finalmente, lá descubro o artigo - que, afinal, é de Abril.

Os jovens que nem trabalham nem estudam, nomeados NEET, não se enquadram afinal em nenhuma das hipóteses antes aventadas. São jovens que, acabados os estudos, não conseguem encontrar emprego. Gente em início de vida, cheia de força, prenhe de vontade... e sem onde as aplicar.

 

No espaço de tempo que mediou entre ler a notícia e escrever o postal, li outra notícia: "Europol alerta para a acção de três grupos de extrema-direita em Portugal",  sendo que esta actividade não se esgota no nosso país. Mas é preocupante, vejam-se os números no Relatório Anual de Segurança Interna.

 

Parece-me poder haver aqui uma qualquer relação causa-efeito. E um padrão. E resultados. Não em Portugal - não ainda.

 

E, entretanto, sobre políticas demográficas, sobre políticas de emprego, sobre sustentabilidade social, estamos conversados. Ou melhor, não conversamos. Mas, avaliando pelas conversas do Presidente da República, pelos projectos na Assembleia da República, pelas opiniões dos comentadores políticos e, até, pelas conversas de café, também não deve ser importante.

 

imagem colhida em Segredos do Mundo

[Cuidemos de todos cuidando de nós: Etiqueta respiratória. Higiene. Distância física. Calma. Senso. Civismo.]
[há dias de muita inspiração. outros que não. nada como espreitar também os postais anteriores]

Autoria e outros dados (tags, etc)

lançado às 18:36

Onde ideias-desabafos podem nascer e morrer. Ou apenas ganhar bolor.


Obrigada por estar aqui.



4 comentários

Sem imagem de perfil

De P. P. a 28.06.2019 às 00:21

Ao ler a tua pergunta, no corpo da publicação, logo fui ao encontro da resposta. Na verdade, até chegar a esse parágrafo, quis estar errado. Atualmente, existe um documento que se chama Perfil do Aluno à Saída da Escolaridade Obrigatória, que quando visto de um prisma não fantasioso vai ao encontro destes jovens. De tal forma que, para muitos, incluído aqueles senhores dos gabinetes, de nada importa saber resolver problemas pois, com o decorrer dos anos, estes serão resolvidos pelo telemóvel... Magnífico. Um problema acarreta interpretação, compreensão, descodificação... e um mesmo problema pode ter vários enunciados. Enfim...
Enquanto isso, aqueles que foram alunos aplicados, educados (grande realce para esta palavra) e que têm os sonhos de qualquer jovem, vêem-se encurralados. É triste. De certa forma (defeito meu), gosto de acompanhar os meus "miúdos" depois de lhes dar aulas. Aliás, a única potencialidade que encontro no FB. Constatar a realidade, dói.
Imagem de perfil

De Sarin a 28.06.2019 às 00:40

Desculpa, P.P., mas porque não conheço o documento de que falas, não consegui perceber o que pretendes dizer com "ir ao encontro destes jovens" - recrutamento? contabilização?
Sabes como o tema me interessa, por isso explica-me muito bem como se fosse madrugada de um dia de semana e eu precisasse de férias ;)
Sem imagem de perfil

De P. P. a 28.06.2019 às 00:48

Eu é que peço desculpa.
Foi um dia... Para já, a mobilidade para cuidar da minha mãe (ajudar/apoiar) não foi aceite, pelo que estou algo desconcentrado, com vontade de partir umas quantas coisas e já mostrei as minhas unhas moderadamente cuidadas numa reunião, não suportando tamanha maledicência de quem parece não ter nada para fazer na vida. 
Este documento tem em conta o que se pretende dos nossos jovens, ao saírem da Escola. As finalidades, deixando de lado o encanto por "saber discutir", "argumentar", etc, etc (provavelmente os testes deixarão de existir) assentam na "capacidade" de fazer isto e aquilo, porque os empregos não serão para todos e a capacidade de adaptação a diferentes meios laborais maior. Na verdade, nem sei como pretendem que os alunos sejam preparados para o superior...
Desculpa não conseguir explicar mais e melhor pois estou mesmo...
Se quiseres, depois posso enviar-te o documento por email. 
Bjs
Imagem de perfil

De Sarin a 28.06.2019 às 01:02

Que pena, P.P., falharem assim os apoios :(


Quando estiveres mais descansado, mais bem disposto e com vontade, faz um postal a explicar essa história do inquérito. Se não estiveres para isso, então, sim, envia-me o doc.
Entretanto, Força! :*

[a palavra a quem a quer]:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




logo.jpg




e uma viagem diferente



Localizar no burgo

  Pesquisar no Blog



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Cave do Tombo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D