Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



desafio de escrita dos pássaros #7

A máscara da Mercearia da Vila

por Sarin, em 25.10.19

[Tema #7 A Constança precisa duma mascara capilar mas o teu patrão só quer que vendas compotas de abobora com amêndoa. Convence-a a escolher a compota para usar]

A955E39A-C6EB-4230-BC0A-23053BDB05B5.jpeg

A máscara da Mercearia da Vila

Já vivi muitas vidas.

 

Recordo de numa delas estar na mercearia e a Constança me abraçar, perguntar se tudo bem e dizer precisar de um bom banho e de uma máscara para o cabelo. Acrescentou algo, mas interrompi-a, Compota de abóbora com amêndoas é o melhor para aplicares: a abóbora fornece vitaminas A e C, fundamentais para a saúde e o espessamento dos cabelos, e a amêndoa tem zinco, que lhes dá flexibilidade, e selénio, um antioxidante. Além disso, o açúcar realça o brilho natural... compota de abóbora é melhor que qualquer máscara capilar.

Lembro que comprou dois frascos, olhou o rótulo e dirigiu-se ao escritório da gerência. Falou em engano e não ouvi mais, não me interessava. Nada me interessava. Fiquei onde não estava.

 

Reencontrei a Constança nesta vida. Chorámos, recordámos outras vidas, chorámos mais, abraçámo-nos, sorrimos enfim. Ao sair deixou um papel, um email velho de muitos meses:

"Ex.mo Sr Dr Fulano de Tal,

Venho da Mercearia da Vila, loja que certamente conhece. A balconista vendeu-me compota de abóbora para aplicar no cabelo como máscara capilar, dizendo meias-verdades sobre os benefícios de tal mistela - e senti-a vazia de vergonha ou preocupação ao fazê-lo.

Recém-regressada de dois meses no deserto, estranhei a minha amiga de infância, a pessoa mais honesta que jamais conheci; mas se me dizia para comprar compota em vez da máscara, teria as suas razões e comprei.

Falei com o marido, gerente da loja de ambos. Contou-me estar apática, submissa, inerte desde que perderam o bebé, dias após eu partir. De nada soube, mas sei agora: da intrépida e animada amiga pouco resta. Já não chora nem ri, não fala sem que lhe falem, não rejeita as carícias do amantíssimo marido mas também não as acolhe... e ele, desesperado, cria-lhe tarefas absurdas, quase vis, na esperança de que reaja.

Conheço-a, crerá que ele a culpa e a castiga, ferindo-lhe a honestidade – e ela aceita, sente merecer todos os castigos por se impacientar com o filho que não mamava enquanto um aneurisma lho matava nos braços sem alarde.

A vida enganou-os, tentam sobreviver enganando a dor, enganando-se.

O Sr Dr é um psicólogo de renome. Mas nasceu cá, tem ligações a esta terra, a esta gente.  Não nos pode ajudar?"

 

Já vivi muitas vidas, e em todas tive a Constança para me apoiar, e até para me salvar. Em nenhuma gostou de doce de abóbora.


Nota de roda: o AO90 é uma abóbora e cheira a amêndoa. Amarga.

imagem: “Lady Godiva”, John Collier (óleo, 1898). De domínio público

[Desafio de Escrita by Pássaros]

[Cuidemos de todos cuidando de nós: Etiqueta respiratória. Higiene. Distância física. Calma. Senso. Civismo.]
[há dias de muita inspiração. outros que não. nada como espreitar também os postais anteriores]

Autoria e outros dados (tags, etc)

lançado às 15:00

Onde ideias-desabafos podem nascer e morrer. Ou apenas ganhar bolor.


Obrigada por estar aqui.



[a palavra a quem a quer]:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




logo.jpg




e uma viagem diferente



Localizar no burgo

  Pesquisar no Blog



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Cave do Tombo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D