Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Auto-retrato de quem quando

por Sarin, em 09.12.18

Dói-me o corpo das batalhas que encetei.

Dói-me o corpo, não a vontade

- a última fronteira.

 

Lutei, abracei,

dei tudo de mim

- e ainda assim fiquei inteira.

 

 

Por isso me pergunto

- como me achei

se nunca me perdi?

 

E assim me vislumbro nos pedaços não estilhaços

que de mim vou encontrando por aí

- sei que não os deixei espalhados,

não os dei, menos vendi.

 

 

 

Encontro lampejos meus,

do que serei.

E vivi.

 

 

(não datado. Antigo. E actual)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obrigada por estar aqui.





logo.jpg




Localizar por cá

  Pesquisar no Blog




Memórias

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.