Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



plantem flores.jpg

Leio "O desmatamento da Amazónia brasileira subiu acima de três hectares por minuto, de acordo com os últimos dados do governo" e as lágrimas invadem-me o peito, a asma a oprimir menos que as palavras lidas.

Os madeireiros, os agricultores, os mineiros e os traficantes de espécies exóticas são responsáveis. Mas são as políticas de Bolsonaro que, segundo tudo indica, permitem este aumento descomunal.

Sim, a responsabilidade, a culpa e a falta de escrúpulos são de Bolsonaro, dos apoiantes de Bolsonaro, dos amigos de Bolsonaro! "Têm de perceber que a Amazónia é nossa, não vossa". E assim se permitem invasões e desmatamentos, enquanto se procuram parceiros para exploração dos recursos hídricos e geológicos.

Cristovam Buarque disse, ainda antes de ter sido Ministro da Educação, algo aparentemente parecido. Apenas aparentemente parecido: não falou em exploração de recursos. Falou em soberania. E em desequilíbrios.

Até Gilberto Gil, enquanto Ministro da Cultura, fez mais pela preservação da Amazónia do que Bolsonaro prometeu fazer enquanto Presidente do Brasil. E falo da Amazónia, não apenas da floresta amazónica. Desiluda-se quem as supõe o mesmo.

Bem sei que a Amazónia ser brasileira ou ser internacional é um discurso que se presta a muitas maleabilidades. Vale a pena ler sobre esta condição, perceber-se-á melhor a vacuidade de alguns argumentos. E o oportunismo de outros.

 

Antes da eleição de Bolsonaro deixei um SOS. Sabia ser claramente emergência. Não o esperava tão celeremente urgência. É!

 

"Lutar com unhas e dentes
P'ra termos direito a um depois
"

Versos da canção Pantanal,  de Marcus Viana. Escritos em 1990, podem ser lidos e ouvidos no meu postal 'SOS Tentar visitar antes que acabe'. Obviamente, falava de uma visita metafórica.

 

 

imagem recolhida em Humor Inteligente

[Cuidemos de todos cuidando de nós: Etiqueta respiratória. Higiene. Distância física. Calma. Senso. Civismo.]
[há dias de muita inspiração. outros que não. nada como espreitar também os postais anteriores]

Autoria e outros dados (tags, etc)

lançado às 03:05

Onde ideias-desabafos podem nascer e morrer. Ou apenas ganhar bolor.


Obrigada por estar aqui.



3 comentários

Sem imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 26.07.2019 às 10:32

Nem sei por onde lhe pegue...é tudo tão absurdo. Também não sei bem até onde vamos retroceder, mas, não se avizinha nada de bom.
Imagem de perfil

De Sarin a 26.07.2019 às 10:52

Dizem alguns que retrocederemos ao ponto de não retorno. Os pontos de inflexão estão próximos, li a um especialista de qualquer coisa. Eu diria que os pontos de inflexão foram eleitos e continua a haver quem lhes bata palmas.
Sem imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 26.07.2019 às 10:59

Sim, já ouvi o mesmo. 
Continuamos a acreditar na capacidade de nos reinventarmos, apesar de tudo. Mas, vejo com enorme apreensão o caminho aberto para seja o que for, desde que a bem da economia, mais dos números e menos, muito menos, das pessoas.

[a palavra a quem a quer]:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




logo.jpg




e uma viagem diferente



Localizar no burgo

  Pesquisar no Blog



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Cave do Tombo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D