Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ainda sobre a Eutanásia

por Sarin, em 24.05.18

Tenho lido muitos artigos de opinião sobre a eutanásia. Escrevi muita coisa, aqui e em comentários em blogues ou em jornais por aí (nestes, via Disqus)

 

Contra, há muitos artigos e não preciso de os divulgar.

A favor, escasseiam - e por isso resolvi compilar por aqui alguns daqueles que acho mais pertinentes. E ainda apresento um estudo.

 

Já agora, não tenho qualquer interesse em apresentar todos os pontos de vista - estou a defender uma bandeira.

 

A minha morte é um assunto meu (Patrícia Reis)

Sobre morte assistida (Ana Matos Pires)

A eutanásia e a nossa integridade moral (André Barata)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obrigada por estar aqui.



6 comentários

Imagem de perfil

De HD a 24.05.2018 às 20:58

Este estudo tem de ser visto com mais algum tempo, é muito extenso e elaborado!
E não me estou a queixar de ser em inglês... ;-p
Imagem de perfil

De Sarin a 24.05.2018 às 21:03

Pois, é grandito; mas posso ir buscar um relatório holandês :)))
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.05.2018 às 01:02

O povo é a favor da despenalização da eutanásia mas a igreja e os reaccionários do CDS e o PCP têm tido muito mais cobertura televisiva que a que realmente merecem.
No assunto da eutanásia os nossos políticos estão mais atrasados que o nosso povo.
Imagem de perfil

De Sarin a 26.05.2018 às 01:27

Não direi todos os políticos, mas alguns sim - e espero que menos dos que o que não são.
Quanto à população, tenho as minhas dúvidas sobre a inclinação da maioria; mas devo dizer que não é por ter dúvidas quanto ao resultado que acho que esta matéria não deve ser referendada.

E é assustadoramente triste verificar como dois partidos tão nos antípodas têm exactamente a mesma posição quanto ao votar liberdades individuais: nem liberdade para escolher morrer nem liberdade para escolher votar... mas como sempre achei a disciplina de voto uma aberração contrária à definição de deputado da nação, sou duplamente suspeita! :)
Sem imagem de perfil

De Bea a 26.05.2018 às 08:11

Concordo com o que afirmou a Sarin no comentário anterior: espanta-me a posição do PCP - nem sei bem porquê, que é um partido que se afirma retrógrado de quando em vez. Não li as opiniões que estão acima, nem os artigos, nem. Sou a favor da eutanásia. Com legislação adequada e em condições específicas. Não entendo igrejas e médicos que prolongam sofrimento inútil e sem objectivo em prol da vida; parece-me haver contradição nos termos. Também não concordo inteiramente com Patrícia Reis que não li - a minha morte nem sempre é um exclusivo assunto meu embora seja eu quem morre; mas julgo que a lei pode prover a esse aspecto. E até o artigo que não li o poderá contemplar.
Duvido que o povo esteja assim tão esclarecido e determinado. Temos séculos de educação católica, a herança pesa.
Imagem de perfil

De Sarin a 26.05.2018 às 09:56

Exacto, Bea, temos séculos de herança a pesar-nos, e quer queiramos quer não, todos os argumentos da igreja passam pela tentativa de doutrinação do próximo.

Os artigos que apresento são três abordagens distintas: o de Patrícia Reis fala do indivíduo, o de Ana Matos Pires dá a perspectiva do médico e André Barata, como filósofo que é, apresenta uma abordagem ontológica da vida, incluindo nela a morte. Gosto dos argumentos e acho que cobrem os aspectos mais polémicos do triunvirato eu, o médico e a Vida.

Do CDS nenhuma contradição, mas do PCP uma explicação tão mal explicada que me pareceu que o próprio João Oliveira se sentiu desconfortável ao comunicá-la - posição política numa matéria de consciência?! Mas, enfim, quanto à disciplina de voto, nenhum dos dois surpreendeu.

Obrigada por partilhar a sua opinião.

a palavra a quem a quer




logo.jpg



Localizar por cá

  Pesquisar no Blog



Memórias

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.