Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A toxicidade das máscaras

Ou: a CS e a DGS e o que é dito e o que fica por dizer

por Sarin, em 06.04.20

máscara.jpg

Numa paragem forçada nas imediações de um aparelho de televisão, vi e ouvi algumas notícias.

Reportagem:

1º Não sei que entidade portuguesa (não reparei nem me interessou ir verificar) alegou que o uso das máscaras deveria ser aconselhado para toda a população.

2.º Afirmou taxativamente que a DGS desaconselhava o uso das máscaras por haver poucas.

3.º Informou que havia vantagens do uso das máscaras.

4.º Aparece uma imagem de um plano de contingência onde, aparentemente, se prevê a distribuição de máscaras a alguém (não percebi a quem, mas não me pareceu ser à população em geral. Também não percebi de que plano de contingência se tratava)

4.º Jornalista diz, em voz off, que OMS também já* aconselha uso de máscaras, enquanto na televisão passam imagens de um vídeo da OMS a (pareceu-me) ensinar a colocar máscara (já saía da frente do aparelho)

5.º Jornalista diz, em voz off, que DGS cumpriu as orientações da OMS.

6.º Mudança de notícia.

* Não ouvi qualquer menção ao "desaconselha" anterior.

Fiquei fascinada porque tem havido muitos ataques à Directora-Geral da Saúde, e este pareceu-me mais um.  Continua a parecer - mais uma vez, parece-me que as palavras de Graça Freitas foram comidas, pois de "não há uma única medida completamente eficaz" passou-se para "usar máscaras não é eficaz".   

Mas depois, e saltando ataques, motivações, e razões, fiquei perplexa perante a peça jornalística. Uma peça  aparentemente bem coordenada, clara, ilustrada... e omitindo dados que considero essenciais: 

a) O que fez aquela entidade para refutar as opções da DGS junto da própria Direcção-Geral da Saúde antes de vir para os jornais?

b) Se houve tal tentativa, qual foi a reacção da DGS e quais as respostas e argumentos para reiterar na opção tomada anteriormente?

c) Se não houve... porquê vir logo para a CS?

Após respondidas estas perguntas, sim, podem os jornais alimentar todas as polémicas que desejarem e que talvez pequem por defeito. Mas, assim, é apenas ruído. E incerteza. E mau serviço à Saúde e ao Público.

 

Este caso não é único. Tem-se visto nos órgãos noticiosos cartas de médicos ou de organizações de médicos a denunciarem qualquer coisa às administrações de saúde, às administrações hospitalares, às autarquias... cartas de autarcas a denunciar qualquer coisa à DGS, às Autoridades Regionais de Saúde (ARS), ao Ministério da Administração Interna (recordo o caso de Rui Moreira a dizer não reconhecer a autoridade da DGS por causa de um cordão sanitário cuja indicação nunca saiu das autoridades de saúde para as autoridades de segurança)... e em nenhuma, e sublinho este em nenhuma, encontrei respondidas aquelas duas perguntinhas básicas:

a) O que fizeram para comunicar a mensagem à DGS?

b) Qual foi a resposta da DGS?

 

Questionar as autoridades é legítimo, confirmar ou refutar, idem. Mas há outros canais para o fazer sem serem os canais da Comunicação Social (CS), porque...

apesar de muitos tentarem subverter as regras e patrocinar linchamentos e motins, em paz como na guerra, 

... ainda vivemos num Estado de Direito minimamente organizado. A CS pode e deve noticiar estas discordâncias, mas não pode ser o arauto de contradições apenas porque são uma boa notícia. Não são, a CS é que as transforma em notícia antes mesmo de o serem porque a polémica vende!

Temos o direito de perceber - e a CS tem o dever de investigar e noticiar - onde é que a mensagem da DGS é truncada, e porquê.

Temos o direito de perceber - e a CS tem o dever de investigar e noticiar - se as vias de comunicação entre as várias entidades e a DGS estão abertas ou fechadas. E, neste último caso, por quem.

Será pedir muito?

 

Nota: agora ao jantar, o mesmo serviço noticioso voltou a abordar o assunto, mas com muito mais atenção às perguntas feitas - inquirido por aquela estação, o bastonário da Ordem dos Médicos disse algo como "do ponto de vista científico, a Dr.ª Graça Freitas sabe que o uso da máscara é a melhor opção, e isso é indiscutível; mas do ponto de vista de gestão, compreendo que seja difícil emitir uma recomendação para a população usar um equipamento que o mercado não tem capacidade de fornecer, o que pode, inclusivamente, levar a roturas de abastecimento em pontos onde são essenciais". Logo em seguida, o jornal avançou para as declarações da OMS e, imediatamente depois, para a reportagem sobre a subida do preço das máscaras desde o estado de emergência (na ordem dos 1400%). Não respondeu às tais perguntas, mas teve o cuidado de mostrar um outro lado da questão.

Talvez que, com um pouco mais de informação, alguns cidadãos analisem os vários factos antes de alinharem com a matilha no pedir da cabeça de alguém. Neste caso como noutros.

imagem recolhida n' O Resgate da História

[Cuidemos de todos cuidando de nós: Isolamento social. Etiqueta respiratória. Higiene. Calma. Senso. Civismo.]
[há dias de muita inspiração. outros que não. nada como espreitar também os postais anteriores]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Onde ideias-desabafos podem nascer e morrer. Ou apenas ganhar bolor.


Obrigada por estar aqui.



24 comentários

De Não Identificado a 06.04.2020 às 22:44

Imagem de perfil

De Sarin a 06.04.2020 às 22:57

Uma vez que se pretendem travar eventuais gotículas projectadas, que a máscara é uma barreira mecânica e que os cantos/paredes do elevador funcionam como barreira, não percebo onde está o espanto. As medidas devem ser adequadas ao risco, e para isso fazem-se análises de risco - e para isso tenta-se perceber o processo de contágio e as condições existentes. O resto é cantar de ouvido.

De Não Identificado a 06.04.2020 às 23:03

Imagem de perfil

De Sarin a 06.04.2020 às 23:07

Limitei-me a analisar a situação que descreveu - entrada no elevador. Se gosta de reter os dados e apenas os deixar cair aos pinguinhos, aconselho-o a tratar do problema, pois a incontinência pode agravar-se.
Imagem de perfil

De Sarin a 14.04.2020 às 00:13

Resposta das 23:07 a este comentário:

voza0db respondeu ao seu comentário no post A toxicidade das máscaras às 23:03, 06/04/2020 :

O divertido é que enquanto entravam e não entravam e se colocavam na posição de castigo estavam todos quase a beijar-se na boca!Mas deixa para lá... e continua a cantarolar.

Pode responder ao comentário usando esta ligação.

Imagem de perfil

De Sarin a 14.04.2020 às 00:00

Irrita-me que cheguem, digam o que querem, ouçam o que não querem e depois apaguem os vestígios. Não, da mesma forma que não censuro o que dizem, também não admito que apaguem o que publicaram.

Este comentário foi resposta a:

voza0db comentou o post A toxicidade das máscaras às 22:44, 06/04/2020 :

Já vi que não vista a velhota da DGS a entrar num elevador de 1,2m*1,2m juntamente com mais 3 pessoas (a ministra e mais dois boçais) e a dizer que não havia problema desde que ficassem viradas para os cantos do elevador!Comédia digna da Direcção Geral de inSanidade

Pode responder ao comentário usando esta ligação.

De Não Identificado a 06.04.2020 às 22:46

Imagem de perfil

De Sarin a 06.04.2020 às 22:49

Acho curioso o motivo que o leva a não respeitar os nomes das entidades.

De Não Identificado a 06.04.2020 às 23:02

Imagem de perfil

De Sarin a 06.04.2020 às 23:04

Tem razão. É altura de acordar e perceber que ou argumenta convenientemente ou fica a falar sozinho.

De Não Identificado a 06.04.2020 às 23:31

Imagem de perfil

De Sarin a 06.04.2020 às 23:51


Já que por aqui, aconselho-lhe a leitura do "Chover no molhado".
Embora eu não lhe responda mais, até porque algumas das suas fontes passam pelo Breitbart e eu, seriamente, não perco tempo com quem considera o Breitbart fonte de informação seja para o que for.

De Não Identificado a 07.04.2020 às 00:02

Imagem de perfil

De Sarin a 14.04.2020 às 00:17

Resposta das 23:51 a este comentário:

voza0db respondeu ao seu comentário no post A toxicidade das máscaras às 23:31, 06/04/2020 :

Visto que já vi o que esta casa não gasta...

Pode responder ao comentário usando esta ligação.

Imagem de perfil

De Sarin a 14.04.2020 às 00:18

Respondeu a este comentário das 23:51 com:

voza0db respondeu ao seu comentário no post A toxicidade das máscaras às 00:02, 07/04/2020 :

Sabes mais sobre Breitbart do que eu...

Pode responder ao comentário usando esta ligação.

Imagem de perfil

De Sarin a 14.04.2020 às 00:11

Resposta das 23:04 a este comentário:


voza0db respondeu ao seu comentário no post A toxicidade das máscaras às 23:02, 06/04/2020 :

Gosto de descrever a Realidade como ela se nos apresenta! Uns andam a nanar, outros nem por isso.

Pode responder ao comentário usando esta ligação.
Imagem de perfil

De Sarin a 14.04.2020 às 00:03

Resposta das 22:49 foi a este comentário:

voza0db comentou o post A toxicidade das máscaras às 22:46, 06/04/2020 :

Não achas curioso o Chefe da Ordem dos Mérdicos nem sequer propor um tratamento altamente eficaz e eficiente conta infecções virais de designação Terapia Vitamina C Intravenosa?

Pode responder ao comentário usando esta ligação.

Imagem de perfil

De /i. a 07.04.2020 às 00:54

A Senhora Graças Freitas é alguém com uma longa experiência na área de saúde pública. Ela é entendida. Explica tudo bem. Mas contrariam,  distorcem o que a senhora diz. É por ser mulher?  E ter sessenta e tal anos? A Senhora até dá conselhos que eu considero básicos e que todos deviamos saber. Não  há dinheiro. Se fosse a senhora no fim disto colocava o lugar à disposição e numa conferência de imprensa dizia tudo como os malucos. 
Ah a senhora era directora do departamento das doenças transmissíveis aquando da Sars. Sabe bem o que diz, e pesa muito bem as palavras. 
Não percebo este ataque constante à senhora.
Não existiu reformas na organização do sns. Está obsoleto, numa gestão de serviços mínimos. Não há milagres. Por mais planos que existam se não há dinheiro e vontade para os operacionalizar. É impossível a DGS na figura da sua directora levar a bom porto as suas medidas. 
Imagem de perfil

De Sarin a 07.04.2020 às 01:06

Aleluia! Alguém que o diga além de mim!
Atiram à DirectoraGeral de Saúde porque querem atingir o Costa, só pode - ou isso, ou alguém muito influente ficou muito lixado por não ter conseguido o cargo!
Pois eu, tento encontrar-lhe defeitos, e só vejo uma excelente técnica a ter uma atitude pedagógica e a tentar conduzir um barco depauperado - e a conseguir mantê-lo à tona, não sei como...


Ouvi agora - roubaram milhões de mmáscaras em Espanha que podem vir a ser vendidas em Portugal - talvez fiquem contentes, os arautos e os outros :(
Imagem de perfil

De /i. a 07.04.2020 às 01:45

Louvam o António Costa... Para mim continua igual como sempre: um habilidoso a governar de acordo com as reacções/opiniões das pessoas. Um perfeito incompetente. Não podíamos ter pior primeiro-ministro. As faltas que existem são culpa do governo e não da DGS. Concorreu ao cargo a Graça Freitas. Estará já alguém a pensar como vai decorar o seu gabinete na DGS. 
Li essa notícia. Mesquinhez. 
Imagem de perfil

De Sarin a 07.04.2020 às 10:48

Não acho que esteja a governar de acordo com a opinião dos outros, /i. Repara como queriam que fechassem fronteiras imediatamente, como queriam um estado de emergência aplicado a fundo... As faltas que existem, permite-me lembrar-te, são culpa dos governos, que desinvestiram no SNS por anos - equipamentos sem manutenção, redução do pessoal; e outras faltas serão devidas à elevada procura em todo o mundo. Graça Freitas é exemplar, e espero que seja forte o suficiente para ignorar estes ataques e aguentar-se até ao fim desta tormenta!
Imagem de perfil

De imsilva a 07.04.2020 às 09:35

Parabéns, os nervos que me têm atacado ao ver as maledicências que se dizem e pensam em relação a Graça Freitas, e até a Marta Temido. Quem pensa que gerir esta situação maluca e grave é fácil, devia de lá estar. Tenho orgulho no que estas duas senhoras têm feito, e admiração por estarem a aguentar o barco, muitos já o teriam abandonado ao sentirem-se menosprezados e atacados como elas têm sido. Não me costumo meter em politiquices, mas gostei de ver esta defesa.
Imagem de perfil

De Sarin a 07.04.2020 às 10:54

Embora com estilos distintos, mantêm ambas a calma, são pedagógicas, claras...
Os profissionais da maledicência são gente que só tem jeito para falar mal, escapa-se-lhes ali o fio do raciocínio algures.
Mas acho que há uma campanha, não percebi ainda vinda de onde, contra Graça Freitas. Deturpam tudo o que diz, e não é inadvertidamente, pois as entidades e os dirigentes aparecem a responder às deturpações. Aqui há gato", só não sei quem o meteu.
Beijocas
Sem imagem de perfil

De Não Identificado a 23.04.2020 às 20:08

Gostei do blog dele, a entrada me pareceu muito interessante.
Saudações de; perfume (https://www.twoformen.com/)

[a palavra a quem a quer]




logo.jpg




e uma viagem diferente



Localizar no burgo

  Pesquisar no Blog



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Cave do Tombo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D