Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A semana

por Sarin, em 03.05.19

 

8AF155FD-0551-4D28-8CD4-4DC18A232170.jpeg

 

O CDS-PP propõe e aprova passadeiras arco-íris em Lisboa.

O PSD e o CDS-PP votam a favor da FENPROF perante a abstenção do PCP.

O BE censura piropos mas canta-os.

O PS resiste aos incêndios e ao armamento de Tancos, e a meses de entrar em gestão entra em combustão.

 

Sinto que esta semana adormeci no comboio e acordei num Portugal várias estações depois.

 

imagem recolhida em pngtree

 

[Cuidemos de todos cuidando de nós: Etiqueta respiratória. Higiene. Distância física. Calma. Senso. Civismo.]
[há dias de muita inspiração. outros que não. nada como espreitar também os postais anteriores]

Autoria e outros dados (tags, etc)

lançado às 08:55

Onde ideias-desabafos podem nascer e morrer. Ou apenas ganhar bolor.


Obrigada por estar aqui.



2 comentários

Sem imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 03.05.2019 às 18:46

Gostei do verso dedicado ao BE :)
Imagem de perfil

De Sarin a 03.05.2019 às 23:52

Há bocado meteu-se uma chamada e não acrescentei o que queria - e só agora me lembrei.




O mais curioso sobre este verso, como lhe chamas, é que eu não entendo os cânticos do BE como os têm descodificado (está tão na moda, esta palavra; chiquérrima, não?)
No do Bolsonaro não o queriam morto, mas "nos quintos dos infernos" - que é onde, geralmente, metemos o Salazar. Raramente ouço alguém (que não seja seu admirador, que esses...) dizer "ah, Salazar está morto e enterrado". E quantas vezes dizemos quintos dos infernos sem nos referirmos literalmente ao inferno mas às lonjuras ou aos padecimentos?


Sobre este, a coisa é-me ainda mais simples: "p'ra dizer ao Nuno Melo que ele [o Vox] é de extrema-direita"


Claro que, depois há a outra questão: ou não perceberam que podiam ser muito mal interpretados, e são idiotas como os que os leram literalmente; ou perceberam muito bem e quiseram comprar guerras gratuitas numa altura de tanta exaltação, o que reforça a ideia de pendor irreverente-arruaceiro que têm; ou simplesmente perceberam a ambiguidade e acharam que toda a gente a perceberia e acharia original, e foram arrogantemente despropositados pois esqueceram-se que são políticos e que falam não para elites mas para todos os cidadãos, muitos deles manipuláveis e exaltáveis porque crédulos.

[a palavra a quem a quer]:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




logo.jpg




e uma viagem diferente



Localizar no burgo

  Pesquisar no Blog



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Cave do Tombo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D