Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A gralha de rapina

por Sarin, em 21.06.19

AA430BCA-0C3D-43AA-BF82-0FF21E87CF9D.jpeg

Snow Harpy, de Mark Bulahao

 

Lia no Sapo 24 uma crónica sobre o concerto do Eddie Vedder - do, não de, porque o artigo se intitula "Eddie Vedder é um de nós" e as palavras nele nos transportam àquele lugar e àquele momento em que Vedder é e se sente Eddie entre nós. O Eddie.

 

Saudavelmente triste por não ter estado presente, dançava no tom da prosa sentindo na pele surda o calor do momento que não vivi...

... e num suspiro de notas falsas tropecei em gralhas que me pareceram gaviões bicando as entranhas do texto. Morto. O momento estava morto e o sangue ali jorrado manchou-me a Língua e os despojos da crónica.

Mas Eddie continuará a ser um dos meus.

 
 
* "já depois de Glen Hansard (e que fabuloso foi Glen Hansard!) se ter encarregue"
Poderia a ansiedade confundir verbos auxiliares, mas apenas a paixão daria vida a um particípio inexistente. Hansard ter-se-á encarregado de a sublimar. Ou não.
 
* "ter aberto as hostilidades sonoras"
Estranho a metáfora. Sim, é moda... e é errada a moda e é inadequada a expressão ao momento intimista assim confrontado com evocações de barbárie. 
 
* "e ainda nos entreteu com as suas guitarras"
Entreteceu o autor as conjugações, entristeceu quem lhe leu os inglórios tropeções... o Eddie entreteve. Quem lá esteve, que eu por cá ainda triste e assim mais.
 
 
[Cuidemos de todos cuidando de nós: Etiqueta respiratória. Higiene. Distância física. Calma. Senso. Civismo.]
[há dias de muita inspiração. outros que não. nada como espreitar também os postais anteriores]

Autoria e outros dados (tags, etc)

lançado às 08:12

Onde ideias-desabafos podem nascer e morrer. Ou apenas ganhar bolor.


Obrigada por estar aqui.



20 comentários

Imagem de perfil

De MJP a 21.06.2019 às 11:14

Olá, Sarin!


Pois é... a nossa belíssima, complexa e traiçoeira Língua Portuguesa a possibilitar escorregadelas aos mais incautos!!! ;-)
Imagem de perfil

De Sarin a 21.06.2019 às 12:08

Olá :)


Estava a gostar de ler, sentia-me transportada... ao primeiro erro perdi altitude, ao segundo rasei o chão e ao terceiro parti-me toda contra - três gloriosos erros, vá, 2 que um era de semântica, em tão pouco parágrafo! Senti-me desolada! Procurei email para alertar o autor, mas nada, é daqueles que deixa o FaceBook ser porta-voz... como não tenho FB, fiz postal. E que tivesse, não lhe deixaria um comentário a focar os erros que talvez muitos nem notem por comuns - mas, bolas, o bacano escreve para a madremédia, não é um curioso a lançar postais por desporto com'à'gente! 
Imagem de perfil

De MJP a 21.06.2019 às 12:41

Como te compreendo!!!... sofro da mesma intolerância!!!...
Imagem de perfil

De imsilva a 21.06.2019 às 13:02

Já pareces a minha filha, trepa paredes com erros ortográficos. Eu sou um pouco mais permissiva, dou sempre desculpa.
Imagem de perfil

De Sarin a 21.06.2019 às 13:27

Trepo paredes em excelentes textos, como aquele que deliciada lia até me estatelar em três erros! Três! E seguidos.


Não tenho o hábito de corrigir as pessoas, a menos que o erro seja muito mas muito mau no contexto - imagina alguém dissertar sobre o tema e dar erro sistemático no nome do tema, ou ter uma gralha numa palavra como 'cana', por exemplo...
E nas poucas vezes que alerto tento fazê-lo o mais discretamente possível, email ou, se tiver que ser, comentário - que agora sei poder apagar.


Mas com gente com responsabilidade na comunicação sou mais exigente - e este artigo  não tinha email para onde enviar alerta e eu não tenho facebook e gostei muito muito do texto e detestei muito detestados estes três erros.


Mas a tua filha faz bem. A Língua é para ser respeitada :))
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 21.06.2019 às 18:25

Deve ter sido um espectáculo maravilhoso e intimista!
Li todo o artigo e subscrevo " ... a ideia de que saímos da sala lisboeta enquanto homens e mulheres melhores, de que vale a pena esquecer o mundo virtual por uns instante, concentrarmo-nos naquilo que nos faz vivos..."
E ainda "É um de nós. Um dos nosso. Um tipo simples. Normalmente são estes quem nos ensina o sentido da vida ..."
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 21.06.2019 às 18:28

Ai, Sarin .... nem liguei aos erros, mas sim ao artista e à mensagem que o seu espectáculo quis transmitir!
Imagem de perfil

De Sarin a 21.06.2019 às 18:33

Pois, Luísa, mas eu tropeço neles... caí com estrondo, devo dizer. Cortou-me o enlevo :(


Num texto menor talvez a queda fosse quase nada. 
Imagem de perfil

De Sarin a 21.06.2019 às 18:31

Reafirmo, estava deliciada, estava a ler na minha sala mas estava lá, na Altice Arena com o Eddie e com o autor do texto....


E procurei um email para enviar um textozito a alertar para as gralhas - que não são gralhas mas erros gramaticais. E voltei a procurar. Mas, nada...


Não podia ler e ignorar. Porque o texto é muito bom. Merece ser lido. E relido, se o corrigissem...
 
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 21.06.2019 às 18:33

Tens razão Sarin, não se pode deixar passar erros de um jornalista, como estes!!!
Imagem de perfil

De Rui Pereira a 21.06.2019 às 21:00


Eddie Vedder = Pearl Jam = Ten!
Admito que seja uma visão limitada, mas é a minha visão.
Não deixei de respeitar o "rapaz", até porque o seu passado não me permite fazê-lo.
Tropeções acontecem e são chatos!
"ter aberto as hostilidades sonoras" ou "abrir as hostilidades" são expressões que fazem sentido em concertos de Metal, como forma de transmitir toda a agressividade e potência do som debitado. É para partir tudo! Gosto! :)
Imagem de perfil

De Sarin a 21.06.2019 às 21:08

Ai! E eu deixei de respeitar quem, Rui?! :)


Eu não perdoo ao autor do texto os tropeções exactamente porque o texto é magnífico!
Abrir as hostilidades nunca poderá ser termo num concerto intimista. Contraria o que disse ante e depois. Mas a semântica ainda é como o outro, problema foram os verbos...


Eddie Vedder poderia cair do banco que para mim seria sempre Eddie Vedder! E eu voava na sala com ele quando os tropeções do outro moço me fizeram cair :'(
Imagem de perfil

De Rui Pereira a 21.06.2019 às 21:45

Oh Sara Isabel,
Não desrespeitaste ninguém! :)
Estava a falar de mim em relação ao Vedder. Nunca mais foi o mesmo desde o "Ten" (para mim), mas respeito-o na mesma...
E não voava com ele para lado nenhum, a não ser para 1991! ;)
Imagem de perfil

De Sarin a 21.06.2019 às 22:12

Ahhhh, vinte anos depois ainda preso a esse álbum... deixa, 47 anos depois continuo presa ao The Lamb lies down in Broadway :))))
Imagem de perfil

De Sarin a 29.06.2019 às 18:42

On Broadway, on Broadway - vi agora :D
Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 29.06.2019 às 18:26

Oh, meu deus! O "entreteu" matou-me..., não sei porquê, perdi dois ou três textos teus. Imperdoável. Há erros e erros. Mas, com também dou alguns, sinto-me mais branda. Além disso, posso editar. Não é possível com todos os disparates que fazemos, mas, nestes casos, disfarça-se bem :)
Imagem de perfil

De Sarin a 29.06.2019 às 18:40

Todos damos, querida amiga; mas podemos (e devemos) editar quando em artigo editável, certo?
O 'entreteu-me' foi a gota de água!


Se tivesse um email, teria sugerido correcção; mas como só aceitam comentários pelo facebook, originou mesmo este postal... e o texto que estava tão bom! :(
Imagem de perfil

De Sarin a 29.06.2019 às 18:44

E, depois, são erros tão mas tão comuns - e tão maus - que aproveitei para o alerta geral. Estava inspirada... ;)
Imagem de perfil

De naomedeemouvidos a 29.06.2019 às 19:08

Às vezes, lá calha. A inspiração. Os erros também. Menos. Muito menos :))
Imagem de perfil

De Sarin a 29.06.2019 às 19:18

E não com tal densidade :))

[a palavra a quem a quer]




logo.jpg




e uma viagem diferente



Localizar no burgo

  Pesquisar no Blog



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Cave do Tombo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D